sexta-feira, 10 de março de 2017

O que fazer se a água do aquário estiver acidificada?

O que fazer se a água do aquário estiver acidificada?
A maioria dos peixes de aquários vive em ambientes com pH compreendido na faixa de 5,5 a 8,5. Algumas espécies preferem águas ácidas; outras, as alcalinas ou as neutras. O pH é uma característica de todas as substâncias determinado pela concentração de íons de Hidrogênio (H+). Quanto menor o pH de uma substância, maior a concentração de íons H+ e menor a concentração de íons OH-. Os valores de pH variam de 0 a 14, valores abaixo de 0 e acima de 14 são possíveis, porém muito raros e não podem ser medidos com as sondas normais.


Não é fácil para o proprietário do aquário manter o pH dentro da faixa desejada por várias razões. O metabolismo dos peixes e a decomposição de restos de alimentos implicam diversas reações químicas que resultam na formação de substâncias capazes de alterar o pH da água; por exemplo, a amônia. Essa substância é consumida por bactérias nitrificantes, que a transformam em ácido nitroso ou nítrico e em ácido nítrico ou nitrato.

Assim, há uma tendência natural de acidificação da água de aquários. Restos de plantas também podem contribuir com a formação de ácidos fracos e diminuir o pH, assim como o borbulhamento de CO2, às vezes usado para suprir a necessidades das plantas.

Textos sobre o tema:

Escala de pH adequada a vida aquática

Rochas calcárias, cujo principal componente é o CaCO3, elevam o pH da água e servem como reserva alcalina. As hidroxilas dessa reserva podem ser usadas para consumir eventual excesso de cátions H+ e estabilizar o pH. O bicarbonato de sódio (NaHCO3) também, pode ser usado para alcalinizar a água.

Um mol de abrações, amigo leitor!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

@ Para dúvidas e/ou sugestões envie-nos um e-mail;
@ Divulgue seu blog no Educadores Multiplicadores
@ Seus comentários são reagentes para as nossas postagens!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...