segunda-feira, 17 de agosto de 2015

Metais Pesados: Onde são encontrados? Quais os efeitos causados à saúde?

Metais Pesados: Onde são encontrados? Quais os efeitos causados à saúde?
O estudioso Paracelso (1493-1541) dizia que a diferença entre o remédio e o veneno é a dose. Por isso, substâncias que são metais para os seres humanos, quando consumidas acima de certas dosagens, podem ser remédios em doses menores. Os metais são bons exemplos. Alguns são muito importantes para o metabolismo do nosso corpo.

.

O ferro (Fe), presente na hemoglobina, é responsável pelo transporte de oxigênio no sangue; o cobalto entre na composição de vitaminas; o manganês (Mn), o molibdênio (Mo), o zinco (Zn) e o crômio (Cr) estão presentes na estrutura de enzimas que regulam o metabolismo do organismo. Além desses, diversos outros, como o lítio (Li), o cálcio (Ca), o magnésio (Mg), o sódio (Na) e o potássio (K), também participam de funções metabólicas.
Por outro lado, vários metais apresentam interações indesejadas com os organismos vivos e, por isso, são considerados tóxicos. Entre eles estão os conhecidos como metais pesados. Essa denominação, que foi estabelecida historicamente, provavelmente em relação aos seus valores de massa atômica, hoje está relacionada à sua toxidez.

Os resíduos de metais pesados têm propriedades indesejáveis de toxidez, corrosividade, reatividade, entre outros. A toxidez dos metais deve-se ao fato de os organismos vivos não conseguirem eliminá-los depois de absorvidos; assim, eles ficam depositados em alguma parte do corpo, como nos ossos ou em células nervosas. Esse acúmulo provoca uma série de complicações e doenças.

Metais Pesados: Onde são encontrados? Quais os efeitos causados à saúde?

A tabela, abaixo, apresenta informações sobre os problemas causados a organismos vivos por alguns metais que são liberados durante a degradação de pilhas e baterias.

Efeitos causados à saúde por alguns metais pesados
Metal
Onde é encontrado
Efeitos









Mercúrio (Hg)
·         Equipamentos e aparelhos elétricos de medição;
·         Produtos farmacêuticos;
·         Lâmpadas de neônio, fluorescente e de arco de mercúrio;
·         Interruptores;
·         Baterias e pilhas;
·         Tintas;
·         Amaciantes;
·         Antissépticos;
·         Fungicidas;
·         Termômetros.
·         Distúrbios renais;
·         Distúrbios neurológicos;
·         Efeitos mutagênicos;
·         Alterações metabólicas;
·         Deficiências nos órgãos sensórias.




Cádmio (Cd)
·         Baterias e pilhas;
·         Plásticos;
·         Ligas metálicas;
·         Pigmento;
·         Papéis;
·         Resíduos de galvanoplastia
·         Dores reumáticas e miálgicas;
·         Distúrbios metabólicos levando à osteoporose;
·         Disfunção renal







Chumbo (Pb)
·         Tintas, como as de sinalização de rua;
·         Impermeabilizantes;
·         Anticorrosivos;
·         Cerâmicos;
·         Vidros;
·         Plásticos;
·         Inseticidas;
·         Embalagens;
·         Pilhas.
·         Perdas de memória;
·         Dor de cabeça;
·         Irritabilidade
·         Tremores musculares;
·         Lentidão de raciocínio;
·         Alucinação;
·         Anemia;
·         Depressão;
·         Paralisia.
Fonte: Jardim, N. S. (Cood.) et al. Lixo municipal: manual de gerenciamento integrado. São Paulo: IPT/Cempre, 19995. P. 34.



Texto adaptado do livro “Química Cidadã”, volume 3, Ed. FTD, São Paulo – 2013.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

@ Para dúvidas e/ou sugestões envie-nos um e-mail;
@ Divulgue seu blog no Educadores Multiplicadores
@ Seus comentários são reagentes para as nossas postagens!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...