sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

Resumo sobre a história da Química - A história da Alquimia

É muito comum as pessoas associarem a Química somente à poluição e a produtos tóxicos, esquecendo-se da sua contribuição para o desenvolvimento e o bem-estar da sociedade. Você conhece a história da Química? Química é a ciência que estuda a composição da matéria, as transformações da matéria e a energia. A química está presente em tudo, nos alimentos, nas roupas, nos aparelhos eletrônicos, na areia, no ar ... A própria manutenção da vida (respiração, digestão dos alimentos, etc.) envolve processos químicos. Mas como surgiu a ciência Química.


No ano 450 a.c., dois filósofos, Demócrito de Abdera e Leucipo de Mileto, imaginaram que se pegassem um corpo qualquer e o fossem dividindo sucessivas vezes, haveria um certo momento em que não seria mais possível. Nesse momento se chegaria ao átomo.

A palavra átomo deriva do grego a (não) e tomo (parte), o que significa sem partes, ou seja, indivisível.

Assista ao vídeo, que mostra fatos históricos na história da Química/Alquimia:


Por volta de 350 a.c., segundo Aristóteles, tudo era constituído de quatro “elementos” básicos:



Entre os anos 500 a 1500, surgiu na Grécia a Alquimia (mistura de ciência, arte e magia). Os alquimistas eram movidos pelo sonho de obter o “elixir da longa vida”, que poderia tornar o ser humano imortal, e a “pedra filosofal”, que teria o poder de transformar metais baratos em ouro.


O termo “química” tem origem no latim Chimica, palavra derivada de Alchimia, modificação da expressão árabe al kêmiyâ, cujo significado é “grande arte dos filósofos e sábios da Idade Média.

Nenhum dos objetivos da Alquimia foi atingido, contudo, muitos progressos nos conhecimentos das substâncias provenientes de minerais e vegetais foram obtidos.

No século XVI, o suíço Paracelsus propôs que a Alquimia deveria preocupar-se principalmente com o aspecto médico em suas investigações. (Isso ficou conhecido como Iatroquímica). Segundo ele, os processos vitais poderiam ser interpretados e modificados como o uso de substâncias químicas.


Em 1661, o irlandês Robert Boyle publicou The sceptical Chemist (O químico cético – cético significa desconfiado, que só acreditava mediante provas), contrário as afirmações de Aristóteles. O livro é considerado o marco inicial da Química.

No século XVIII, Antoine Laurent Lavoisier realizou vários experimentos. Uma de suas conclusões, a de que a massa se conserva durante as reações químicas. Lavoisier é considerado o “pai” da Química moderna.

No século XIX, os trabalhos de Gay-Lussac, Dalton, Avogadro, Kekulé e outros, cujas conclusões também veremos em outros posts, deram origem à chamada química clássica.

No século XX-atual, com o grande avanço tecnológico, presenciou-se uma vertiginosa evolução do conhecimento da Química.

Agora, que tal se divertir com o jogo sobre a Alquimia, clique na imagem:


Espero que você tenha gosta de saber mais sobre a história da Química. Um mol de abraço, e até a próxima postagem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

@ Para dúvidas e/ou sugestões envie-nos um e-mail;
@ Divulgue seu blog no Educadores Multiplicadores
@ Seus comentários são reagentes para as nossas postagens!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...