segunda-feira, 17 de março de 2014

A IMPORTÂNCIA DO ÁCIDO SULFÚRICO PARA A INDÚSTRIA E A FORMAÇÃO DA CHUVA ÁCIDA

O ácido sulfúrico é o composto químico produzido e consumido mundialmente em maior quantidade. Virtualmente todos os ramos da indústria química dependem dele, direta ou indiretamente. Segundo o químico alemão, Justus Von Liebig, (1803-1873), a prosperidade comercial de uma nação pode ser medida pela quantidade de ácido sulfúrico que ela consome. O H2SO4 é um líquido viscoso, corrosivo e denso. O contato com a pele provoca queimadura e ulceração. Se ingerido, provoca erosão dental, queimaduras graves na boca e na garganta e possível perfuração do trato intestinal. Sua dissolução em água ocorre uma grande liberação de calor, o que pode provocar ebulição violenta e explosiva, espirrando solução quente e corrosiva na pessoa.



Grande parte dos produtos químicos industriais com os quais tomamos contato diário tem o ácido sulfúrico, H2SO4, envolvido, direta ou indiretamente, em fabricação: detergentes, plásticos, tintas, corantes, fibras têxteis, fertilizantes, baterias de automóveis etc. Trata-se do composto químico de maior importância para indústria, podendo seu consumo anual ser usado como indicador do grau de desenvolvimento da indústria química de um país.

Quando puro, apresenta-se como líquido incolor, oleoso, bastante denso (d=1,84 g/cm3) e de alto ponto de ebulição (338°C).

O mapa conceitual a seguir mostra, de forma esquemática, como o ácido sulfúrico é fabricado a partir das matérias-primas enxofre mineral, oxigênio do ar e água. O processo se é semelhante com o aparecimento de H2SO4 na chuva.


Quando o H2SO4 se dissolve em água, ocorre uma grande liberação de calor, que faz a temperatura da mistura aumentar.

O processo correto para misturar H2SO4 concentrado e água é adicionar lentamente o ácido sobre a água, nunca o contrário! Isso porque, ao jogar água sobre o ácido, a temperatura se eleva tanto que pode haver uma explosão (graças à fervura violenta da água), espirando ácido na pessoa e podendo até quebrar o recipiente que contém a solução. Esse tipo de cuidado deve ser tomado para qualquer ácido, não apenas para o H2SO4.

Observação: Ácidos concentrados são extremamente perigosos e NÃO devem ser manipulados por alunos.

O H2SO4 é um ácido forte, bastante corrosivo, com ação desidratante; ou seja, ele é capaz de retirar água dos materiais. A adição de um pouco de H2SO4 concentrado ao açúcar provoca a carbonização do açúcar, isto é, sua transformação em carvão. Assista ao vídeo, até o final, que mostra essa reação:



Chuva Ácida

A chuva é, naturalmente, um pouco ácida!

Plantas e animais, ao respirar, eliminam gás carbônico, CO2, na atmosfera. Podemos dizer que a presença desse gás na atmosfera é natural. Quando chove, ocorre uma reação entre ele  e a água da chuva, produzindo ácido carbônico, que deixa a chuva ligeiramente ácida, já que se trata de um ácido fraco. A reação envolvida pode ser assim equacionada:

CO2  +  H2O  → H2CO3

A presença de H2CO3 na chuva ácida NÃO se deve necessariamente à poluição. Essa acidez natural da chuva é tão baixa que não faz nenhum mal aos seres vivos. A medida de pH de amostra de chuva em local não poluído revela um discreta acidez (pH = 5,6), que não é prejudicial ao meio ambiente.

Uma das principais impurezas que existem nos derivados de petróleo (gasolina, óleo diesel) e no carvão mineral são os compostos contendo o elemento enxofre (S). Quando esses combustíveis são utilizados, produz-se o dióxido de enxofre, um óxido ácido de cheiro bastante irritante.

S  +  O2   →   SO2

Ao reagir com a água da chuva, o SO2 produz o ácido sulfúrico:

SO2  +  H2O  →  H2SO4

 Na atmosfera, parte do SO2 reage com o oxigênio e se transforma lentamente no SO3, outro óxido ácido. Embora essa reação seja difícil, ela é acelerada pela presença de certas partículas em suspensão na atmosfera. O SO3 formado reage com a água da chuva, produzindo H2SO4, que é um ácido forte.

2 SO2   +   O2   →  2 SO3
SO3   +   H2O  →  H2SO4

Assim se origina a chamada chuva ácida, ou seja, chuva com acidez superior àquela naturalmente devida ao CO2. Ela é responsável por inúmeros problemas, entre os quais se destacam:


  • Prejuízos para a agricultura, pois o solo se torna ácido e, ao mesmo tempo, o SO2 destrói as folhas dos vegetais;
  • A água dos rios e lagos se torna ácida e, consequentemente, imprópria à vida de peixes;
  • Corrosão do mármore, do ferro e de outros materiais usados em monumentos e construções.


Observação: o álcool proveniente da cana-de-açúcar não contém compostos de enxofre e, portanto, não contribui para o aparecimento de H2SO4 na chuva.

Um comentário:

  1. Boa tarde amigo Irivan
    A amizade verdadeira deixa marcas positivas que o tempo jamais poderá apagar. E você marcou meu coração pois és uma pessoa mega especial e eu te gosto muito. Hoje é o dia do “Amigo virtual”, o nosso dia! Vim te trazer o meu carinho e estreitar os laços de afetividade que se criou em nós desde o dia em que nos conhecemos. Um dia feliz e iluminado!
    Beijos desta amiga que te admira
    Gracita

    ResponderExcluir

@ Para dúvidas e/ou sugestões envie-nos um e-mail;
@ Divulgue seu blog no Educadores Multiplicadores
@ Seus comentários são reagentes para as nossas postagens!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...