sexta-feira, 5 de abril de 2013

Gelo que pega fogo é a nova fonte de energia

Você já viu uma pedra de gelo em combustão? Saiba que é possível, e o melhor, é natural. Não se trata de criação humana, e sim do construtor do mundo; a natureza é mesmo extraordinária! O homem não para de destruí-la; suga todos seus recursos, e quando achamos que ela estar pedindo socorro, eis que ela mesma dá uma nova repaginada no desenvolvimento de sua própria existência e de seus moradores/exploradores, nós. De forma natural o gelo é formado no fundo do mar, e o mesmo é uma rica fonte de energia, pegando fogo e gerando energia.


Leia também:


Os japoneses anunciaram, em 13/03/2013, que havia descoberto no fundo do mar gelo que promete ser, quem sabe, uma rica fonte energética. Dentro da pedra do “gelo inflamável” está contido o hidrato de metano. Hidrato de metano é formado a partir de uma mistura de metano e água, sob uma certa pressão.

A origem do gás metano é a decomposição de plantas e animais marinhos mortos. No fundo do mar, onde é muito frio e a pressão atmosférica é muito alta, esse gás fica preso nas pedras de gelo.

Uma empresa japonesa de exploração desta fonte de energia, afirmou ter conseguido extrair com sucesso hidratos de metano do oceano, pela primeira vez no mundo, e que a extração/produção comercial estava programada para começar em seis anos.

Departamento de pesquisa dos Estados Unidos afirma que existem reservas desta fonte de energia por todo o globo terrestre, e que elas são maiores que as de todos os outros combustíveis fósseis. Não só o Japão, outros países como os EUA, o Canadá, a China ou a Noruega estão sinalizando interesse neste tipo de depósito, visto como fonte alternativa de energia.

Para saber mais assista ao vídeo abaixo, e a este da Rede Globo e também leia o artigo no site reuters.

7 comentários:

  1. Olá... Muito interessante o blog.
    Leciono Física e existem vários posts que podem contribuir em minhas aulas!
    Mais que parceria e seguindo... acompanhar de perto as novidades.
    Obrigado pelos textos!!!

    ResponderExcluir
  2. bom dia, super interessante esta matéria, eu como leiga que sou em química, jamais pensei que pudesse acontecer. abraços.

    ResponderExcluir
  3. Olá, Irivan!!!!

    Muitas ocupações e outras prioridades, fizeram com que eu temporariamente deixasse de postar mais frequentemente!!!! Mas, estou retornando à minha rotina e... quero dizer que essa postagem ao mesmo tempo que alegra-me também, deixa-me preocupado, pois, se por um lado, a falta da reserva maior de combustível fóssil (petróleo) faria o ser humano procurar e desenvolver fontes de energias alternativas (menos índices de poluição), agora, com a descoberta dessa fonte de combustível fóssil (é poluente também????) e, segundo dizem, maior até que a do petróleo, minimiza o alto custo de vida em consequência da falta de petróleo para tocar os setores da indústria, por outro lado, fará um belo estrago na pretensão em se dar um descanso à mãe natureza, na luta em livrar de tantos erros e/ou crimes ambientais que nós, os humanos, praticamos aqui!!!!

    Gostaria de saber, quais as vantagens energéticas que se teria, ao usarmos esse combustível e, quais são os perigos advindos dela!!!!

    Aguardo o vosso pronunciamento!!!!

    Um abraço!!!!!

    ResponderExcluir
  4. Esses japoneses... sempre surpreendendo. Fogo no gelo. É isso aí.

    ResponderExcluir
  5. É surpreendente o que a natureza pode nos revelar.A cada dia me surpreendo com a dinâmica natural e sua capacidade.

    ResponderExcluir
  6. Parabéns profº Irivan pelo seu blog.O senhor o mencionou em sala de aula hoje mesmo,quando eu acessei e vi como era, logo me interessei.Muito bom.Recomendo a todos que são interessados por química.

    ResponderExcluir

@ Para dúvidas e/ou sugestões envie-nos um e-mail;
@ Divulgue seu blog no Educadores Multiplicadores
@ Seus comentários são reagentes para as nossas postagens!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...