segunda-feira, 25 de junho de 2012

Processo de Formação de Nuvens e o Milagre da Chuva

Em uma série de textos que escrevi sobre os estados de agregação da matéria, um deles chamou a atenção do nosso amigo Sergio Santos, na comunidade dihitt. O texto falava que é possível ferver a água a temperaturas bem abaixo de 100°C. Sendo assim, nosso amigo fez a seguinte indagação:

“Gostaria de entender porque as nuvens, que são formadas por água, permanecem em estado gasoso a temperaturas baixas e até mesmo de zero grau, onde já deveria ter passado para o líquido e sólido segundo as leis da física e da química...


.

Sabe me explicar? Ou é mesmo um milagre que podemos presenciar praticamente todos os dias?”

Bem, antes de tecer minhas explicações, quero agradecer ao nosso amigo Sergio por participar da nossa postagem. São através dos comentários, como este, que podemos escrever novos posts, explorando ainda mais o assunto, e com isso ajudando a tirar algumas dúvidas também de muitos outros leitores (algumas nossas). Quero ao mesmo tempo deixar bem claro que não sou meteorologista, geógrafo, ou especialista no assunto, mas baseado em pesquisas, vou tentar explicar o ocorrido. Espero que os esclarecimentos possam amenizar as dúvidas.

Leia também:
Métodos de tratamento do Lixo
Tipos de lixo e sua classificação
Sacolas retornáveis, atitudes que dão certo!
@ Crie os mais diversos objetos de garrafas pet
A Política dos 3 Rs: Reduzir, Reutilizar e Reciclar

Vamos por partes:

Primeiro: as nuvens não são formadas por água “líquida”, e sim, além de outras partículas, também por vapor de água. Que irão se resfriar e condensar.

Segundo: a água consegue permanecer no “estado de vapor” mesmo a temperaturas bem baixas. Um exemplo disso é uma roupa secando no varal. Mesmo a temperatura de 20, 25°C, a água evapora.

Terceiro: quando o vapor se transformar em líquido (e conseguir romper a força dos ventos), as moléculas de água, agora já líquidas, vão se colidindo umas nas outras, e aí começa a precipitação. Como fica pesada e não consegue sustentar-se no ar, a água acaba caindo em forma de chuva.

Quarto: a temperatura a 0°C ou abaixo, as gotículas de água e os grãos de poeira unidos, irão formar pedras de gelos nas nuvens, dando início a chuva de granizo.

Continua a explicação:

As águas da superfície da terra são aquecidas pelo sol ou qualquer outra fonte de calor, transformando à água líquida em vapor (evaporação). A evaporação ocorre à temperatura ambiente, não sendo preciso aquecer até atingir os 100°C, que é ocorre a ebulição.
Este vapor de água é leve e juntamente com o ar (o ar é uma mistura de gás), flutuam atingindo elevadas altitudes.

As nuvens funcionam como uma “esponja”, absorvendo o vapor de água. Sabe-se que as nuvens não são formadas apenas por vapor, mais também por partículas em suspensão, “grãos de poeira”.

Quanto mais distantes da superfície terrestre menor será a temperatura. Logo as moléculas de vapor de água “absorvidas” pelas nuvens vão se resfriar. Elas ainda não estão líquidas.
Como a temperatura na nuvem é menor, o vapor se condensa (passar de vapor para líquido). Formando água líquida, tornando mais densa que a nuvem, e então chove.

É assim que nascem as nuvens, da condensação do vapor de água da atmosfera que ocorre por causa da diminuição da temperatura (as nuvens forma-se aproximadamente à altitude de 12 km e aí a temperatura pode atingir os 50°C negativos). 

Aproveitando o texto: nós obsevamos que existem nuvens claras e escuras. O porquê disso? Na verdade não existe essa de nuvem clara ou escura. O que há é qual o ponto de visão do observador.

Existem nuvens com espessuras e formas diferentes. Assim, a luz do sol quando incidi sobre uma nuvem de pouca espessura, “fina”, a radiação solar consegue atravessar a nuvem, e nós aqui de baixo vemos a nuvem clara. Agora, quando a nuvem tem uma grande espessura, “grossa”, a radiação não consegue atravessá-la, logo quem olha de baixo, ver a nuvem escura. "Os raios de sol não conseguem passar pelas gotículas de água acumuladas e iluminar a nuvem", explica a meteorologista Helenir Trindade de Oliveira, do 8º Distrito do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet).

Também podemos considerar que, como a nuvem mais espessa tem uma quantidade maior de vapor, à proximidade e probabilidade de formação de partículas líquidas são maiores. Ficando mais difícil a penetração dos raios solares, assim como acontece nas profundezas dos oceanos. Por serem quase sempre repletas de umidade, as nuvens “negras” acabam gerando chuvas intensas assim que as gotas ganham tamanho para vencer o vento que as joga para cima. Depois do aguaceiro, as nuvens se tornam menos densas e voltam a ficar claras. Quando passam por uma área quente ou seca, a umidade restante evapora (não consegue se condensar) e elas desaparecem do céu.

Outra observação sobre as nuvens, é a seguinte: a água formada na nuvem tende a cair. E por que a nuvem não cai? Vou tentar explicar de um modo simples (talvez não o correto). Então, quando a nuvem está com pouco vapor de água, ela permanece leve, e também devido uma grossa camada de ar entre ela e a superfície de terra, que impede sua aproximação, ela flutua.

A outra situação é quando a nuvem está carregada de vapor já condensado. Nesta situação podemos considerar que a nuvem fica em seu interior todo preenchido por partículas líquidas, e sendo assim, podemos compara-la a um bloco de água. A medida que este bloco quer cair, existe uma força contraria a gravidade que força este bloco para cima. Lembrando a nuvem está carregada de líquido impedindo ou dificultando que o ar circule por dentro da nuvem.

A física explica que existem leis como “empuxo” (força que age de baixo para cima, contrária à gravidade) e “que toda ação tem uma reação”. Logo o ar que sai da terra mais quente e mais leve tende a subir. Este mesmo ar sustenta a nuvem para não cair. Além disso, a natureza que é perfeita e equilibrada, “sabe” que quando a nuvem tem água em excesso, a ponto de não suportar mais o peso, ela deixa a água cair, chover.



A ciência procura explicar e imitar os fenômenos, porém podemos considerar que Deus realiza este milagre todos os dias, sim. E graças a Deus por todos os milagres!

Espero que tenha ao menos esclarecido um pouco a dúvida dos leitores.
Caso tenha gostado das explicações, deixe precipitar algumas palavras nos comentários abaixo.

26 comentários:

  1. Quero agradecer por está sempre presente lendo as postagens do blog. E quero dizer que este blog está de parabéns. Pois tem crescido muito em conhecimento e por postagens tão boas. Agradeço pelos comentários e saiba que o PORTAL EVANGELISMO E NOTÍCIAS está aberto a novos amigos, estamos lançando a série de POSTERS TESTEMUNHO. Quem tiver um pode nos enviar e estaremos divulgando a cada 15 dias. Um abraço amigo e o Senhor continue abençoando!

    ResponderExcluir
  2. Olá Marque! (vou chamá-lo assim) Gostei do seu espaço instrucional sobre assuntos específicos. Estamos revolucionando a educação com aulas digitais e utilizo meu blog, onde posto textos filosóficos, para que meus alunos entrem e participem. Vou indicar o seu para alguns colegas da área para que eles façam o mesmo com seus alunos. Obrigado por estar seguindo o meu. Seja sempre bem vindo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Augusto, fico muito feliz com suas declarações a respeito do Marquecomx, e como você bem disse, estamos revolucionando a educação através da net. Saiba que sues textos também são excelentes e que irei indicar seu blog a colegas também; temos que espalhar as boas novas aos amigos! Abraços.

      Excluir
  3. Visite-nos e conheça o blog homenageado desta semana. Foi o MARQUECOMX, parabéns.Pegue seu selinho. E continue nos visitando e deixando seu comentários.

    ResponderExcluir
  4. Com uma explicação assim tão bem elaborada, minhas duvidas desapareceram. Poderia pergunta se for possível sobre chuvas acidas? é esse termo mesmo? agora me confundi..rs
    Grata por todas as palavras gentis no meu blog.

    Convido a conhecer meu blog pessoal onde recebo os amigos para um café e bate papo "Cafe entre Amigos", esse é o que recuperei depois de 3 meses dado como roubado e excluído.

    http://www.cafeentreamigos.com/

    ResponderExcluir
  5. Estou aqui para parabeniza-lo, vi seu blog divulgado no Portal Evangelismo e Notícias, e que homenagem amigo. Muito bom! Gostei da ideia. Foi muito bom, pois vim visita-lo. Bons Posters.

    ResponderExcluir
  6. Vi seu blog divulgado no Portal Evangelismo e vim correndo visita-lo. Parabéns. Realmente é um blog OURO. Já estou seguindo.

    ResponderExcluir
  7. Sou seguidora assídua do PORTAL EVANGELISMO e vi uma homenagem muito linda feita para seu blog; vim conhece-lo. Já sigo! Parabéns.

    ResponderExcluir
  8. Estava visitando a net e conheci o seu blog através de outro blog que esta lhe homenageando. Vim parabenizar e seguir.

    ResponderExcluir
  9. Parabéns por este blog!
    Seguindo-te!
    Convido a seguir-me também
    em "AMIGOS QUE FICAM" e "AMIGOS VIRTUAIS!"
    são dois blogs no mesmo perfil.
    Uma Segunda abençoada!
    Beijos
    Eu! Leilinha

    ResponderExcluir
  10. Eu tenho uma amiga virtual que também tem um blog de Química e eu adoro, agora ficarei fã aqui tb.
    Sabia um pouco sobre a formação da chuva, mas não assim, tudo explicadinho.
    Abraços, Genis
    http://redeeducacaoemfoco.blogspot.com.br/
    http://blogdagenis.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Olá, muito bacana receber todas essas informações.
    Grande abraço, Genis
    http://redeeducacaoemfoco.blogspot.com.br/
    http://blogdagenis.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Olá, gostei da explicação, acredito que deixou o processo de formação de nuvens bem mais simples para o leitor, é iteressante ressaltar as fases da água envolvida neste processo: evaporação (líquido para gasoso); condensação (gasoso para o líquido - devido a resfriamento adiabático em altitudes maiores da atmosfera), na sequência tem-se a formação de nuvens ou nevoeiros/cerração/neblina se a nuvem estiver formada muito próxima ao solo.
    Também lhe convido a participar de meu blog de ensino: http://ensinodegeografiauenp.blogspot.com.br/
    Bom trabalho.

    ResponderExcluir
  13. Olá! Agradeço o convite e a oportunidade de ser um multiplicador. Desejo a todos muito sucesso!

    ResponderExcluir
  14. Espero estar em tempo quanto a área de atuação de meu blog: Nº 06 (Geografia) subgrupo 24 (materiais didáticos e pedagógicos).
    Grato!

    ResponderExcluir
  15. Segue abaixo o link de divulgação do blog, meus parabéns vi posts excelentes.

    http://www.blogueirosquepensam.com/2012/07/blog-marque-com-x.html

    ResponderExcluir
  16. Gostei do teu blog, vou te seguir.
    Um abraço desde Argentina.
    HD

    ResponderExcluir
  17. olá estou te seguindo seus artigos aqui no blog é bem interessante

    ResponderExcluir
  18. Parabéns, aqui é um local para matar nossa curiosidade de muitas coisas que ocorre ao nosso redor e muitas vezes não sabemos.

    Com este espaço ficou tudo mais simplificado.

    Abraço,

    ResponderExcluir
  19. Venho te visitar e te desejar um fim de semana abençoado.
    Aguardo a sua visita. Aproveito para convidá-la a votar no Top 2012 em meu blog.
    Bju

    ResponderExcluir
  20. Olá...
    Obrigada pela presença no blog, e Seja muito Bem vindo sempre, volte mais vezes, será uma honra tê-lo por lá...
    Amei tudinho por aqui,criativo, informativo, parabéns, e já te sigo.
    Grande bj no coração,
    Lecy'ns

    ResponderExcluir
  21. Olá! Gostei do seu blog e já estou te seguindo. Peço também o seu apoio na votação para o TopBlog2012. Clique no link e vote lá no Saiba História: http://www.topblog.com.br/2012/index.php?pg=busca&c_b=116942
    Um grande abraço!

    ResponderExcluir
  22. Oi. Gostei demais de sua exposição, precisa, lógica e elucidativa. Já indiquei esse espaço para outro professor de física e ele gostou da idéia de expor assuntos pertinentes a essa área. É isso aí, como saber é o caminho para que nos tornemos humanos, sua contribuição à causa deve agradar muito a Deus. Vide Tiago 1-5. Abraço!

    ResponderExcluir
  23. Boa tarde Marque, vim agradecer sua visita e participação no meu blog, volte sempre aquele cantinho é nosso! Não sou professora de de quimica mas sou defessora do meio ambiente porque não apenas fazemos parte, somos partes integrantes do meio ambiente. Parabéns pelas suas postagens! Uma tarde de Domingo abençoada, sucesso.

    ResponderExcluir
  24. Olá, Irivan!!!!

    Parabéns, pela postagem esclarecedora postagem sobre esse fenômeno meteorológico, que é, a chuva!!!!
    Eu já sabia que para haver precipitação da água acumulada nas nuvens, é preciso a presença de um microscópico grão de poeira em cada uma gota formada!!!!
    Eu pergunto e, isso poderá dar talvez, o surgimento de uma nova postagem, o que é ou, qual é a substância química que os aviões despejam nas formações de nuvens para produzirem as chuvas????

    Um abraço!!!!!




    ResponderExcluir

@ Para dúvidas e/ou sugestões envie-nos um e-mail;
@ Divulgue seu blog no Educadores Multiplicadores
@ Seus comentários são reagentes para as nossas postagens!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...