quarta-feira, 27 de outubro de 2010

O amor e a química

Foto: internet

O ser humano às vezes parece mais um selvagem.  Vivendo em constantes brigas, injustiças e miséria.  É tanto sofrimento que não tem fim; mas uma coisa é certa, existe uma solução que resolve todos esses problemas! O amor. Através do amor as pessoas enxergam o mundo um pouco mais florido, com o desejo de que tudo vai dá certo. Assim o amor é uma explosão de coisas boas. Mas tenha muito cuidado com as suas conseqüências, pois se um amor não for muito bem administrado, pode levar as pessoas a atitudes “ridículas”.


Mas o que é o amor? O amor é química! Você já deve ter ouvido do seu professor que tudo é química, inclusive os sentimentos.  Na verdade existem substâncias em nosso organismo que quando estimulada provocam reações, e são essas reações que produzem essas substâncias que causam os sentimentos.  No caso do amor e da paixão, as substâncias responsáveis são: a feniletilamina, a epinefrina(adrenalina), a norepinefrina(noradrenalina), a dopamina, a oxitocina, a endorfina e a serotonina.


Foto: internet
Logo que um casal se encontra, seus corpos começam a produzir fenilmetilamina dando o sentimento que conhecemos como paixão.  O problema é que com  o passar dos anos, o nosso organismo se torna resistente a essas substâncias, e é por falta delas que muitos casais se deixam, pois as sensações do inicio do namora já não são mais produzidas.

Se suportarem a falta de emoções intensas e decidirem ficar juntas, o nosso organismo começará a fabricar gradativamente a endorfina. As endorfinas são calmantes naturais, proporcionam sentimentos de paz, tranquilidade e segurança.  Assim podemos dizer a forma de amor  e a intensidade desse amor está ligado diretamente como o tipo de substância que é fabricada por nosso próprio corpo.

Afinal, o amor é ou não é pura química?

9 comentários:

  1. Gostei muito do conteúdo, mostra que a química estar ligada em tudo...
    E também faz com que agente aprenda de uma forma bem mais fácil e legal.

    ResponderExcluir
  2. Olá josimar,fico feliz em saber que gostou!
    Volte sempre!

    ResponderExcluir
  3. GOstei muito do Conteudo,so nao intendo o qui o CORAÇAO tem haver com o AMOR

    as pessoas desenhao coreçoes com o nome "I LOVE YOU" dentro elas precizam ler isso pra ver o qui e o AMOR

    HEheh

    awe, Continue assim qui vc vai longe
    adoro essi SIte. tem coisas muito interessantes.

    ResponderExcluir
  4. Cássio fique a vontade para clicar.
    Obrigado pela visita. Volte sempre!

    ResponderExcluir
  5. Olá Marque! Sou filósofo e sempre me impressionei com os antigos pensadores gregos que, com pouca tecnologia e conhecimento, discutiram sobre o ser e o não-ser, a matéria, o fluir das coisas (transformação), o devir (vir a ser) e o átomo. Este último, o "não-divisível", foi muito discutido por Leucipo e seu aluno Demócrito. Por isso, a pesquisa e a compreensão da composição das coisas é muito antiga e apaixonante, tendo influenciado muitos pensadores das Idades Média e Moderna. Contudo, a ciências da atualidade, como a Física, Biologia, Engenharia, Medicina e tantas outras, baseiam-se na mais elementar química. Compreendo sua paixão em produzir textos maravilhosos como este. E confesso que a compartilho. Um abraço!

    ResponderExcluir
  6. Olá Marque! Texto maravilhoso! Um abraço!

    ResponderExcluir
  7. Gostei. Essa aqui deixa qualquer um pensando. Como existe resposta prá tudo não é?

    ResponderExcluir
  8. Professor Gostei geral dessa aki bom... vou compartilhar Joel 1º E ;)

    ResponderExcluir
  9. Gostei!! U.u essa eu compartilho ( Joel 1 E )

    ResponderExcluir

@ Para dúvidas e/ou sugestões envie-nos um e-mail;
@ Divulgue seu blog no Educadores Multiplicadores
@ Seus comentários são reagentes para as nossas postagens!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...