sexta-feira, 24 de março de 2017

O átomo pode ser visto a olho nu?

A palavra átomo vem do grego e significa “indivisível”, Ela foi usada pela primeira vez por alguns filósofos da Grécia antiga que, baseado em argumentos filosóficos, propunham que todas as coisas são formadas por partículas muito pequenas e indivisíveis, os átomos. Átomos e moléculas são entidades tão pequenas que mesmo o melhor dos microscópios ópticos não é suficiente para que que consigamos enxerga-los. Mesmos outros tipos potentes de microscópio, usados em pesquisas sobre genes e cromossomos, não têm a capacidade de ampliação suficiente para que se possam enxergar átomos e moléculas.

sábado, 18 de março de 2017

20 imagens criativas e impressionantes que ficarão na mente dos brasileiros sobre a operação “Carne Fraca”

15 imagens criativas e inacreditáveis que marcaram a Operação “Carne Fraca”
Olá, amigo leitor! Infelizmente, nós brasileiros temos que sofrer com mais esse crime cometido por grandes empresas. A Polícia Federal cumpriu, na manhã de sexta-feira (17/03/2017), 309 mandados judiciais em seis estados e no Distrito Federal. A operação, batizada de "Carne Fraca", apura o envolvimento de fiscais do Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (Mapa) em um esquema de liberação de licenças e fiscalização irregular de frigoríficos.

sexta-feira, 17 de março de 2017

Fatores que influenciam a taxa de desenvolvimento das reações

Fatores que influenciam a taxa de desenvolvimento das reações
São diversos fatores em que podem influir a taxa de desenvolvimento de uma reação química tornando-a mais rápida ou mais lenta. Entre eles se destacam: natureza dos reagentes, superfície de contato, luz, eletricidade, pressão, temperatura, concentração dos reagentes, catalisadores e inibidores, conforme, veremos abaixo. Muitas das vezes, controlando esses fatores isoladamente ou em conjunto, o químico consegue alterar a taxa de desenvolvimento de uma reação.

domingo, 12 de março de 2017

Como determinar a concentração de sólidos em uma amostra de água salgada?

Concentração de sólidos em uma amostra de água salgada
O sal é uma estrutura cristalina composta principalmente por moléculas de sódio e cloro, além de outros minerais em quantidades muito menores. Ele também conta com iodo adicionado. O sal pode ser obtido de duas formas: de rochas extraídas de minas subterrâneas ou de regiões litorâneas ensolaradas através da simples evaporação de água salgada de lagoas e do mar. Passam por uma lavagem, são moídos, centrifugados e novamente secos em altas temperaturas. Em seguida, são peneirados para extrair impurezas e recebem algum tipo de antiumectante (para deixá-los bem soltinhos), além de uma dose de iodato de potássio, exigido pela legislação brasileira.

sábado, 11 de março de 2017

3 Experimentos sobre GASES – Pressão, Volume e Temperatura

3 Experimentos sobre Gases
Há muito tempo o comportamento dos gases fascina e intriga as pessoas/cientistas. Justamente por não podermos ver as partículas de um gás, apenas imaginamos. Não podemos observar o comportamento dos átomos e moléculas de um gás, mas podemos fazer vários experimentos com gases e, a partir do resultado desses experimentos, criar um modelo para o comportamento dessas partículas. Que tal fazer alguns experimentos com gases:

sexta-feira, 10 de março de 2017

O que fazer se a água do aquário estiver acidificada?

O que fazer se a água do aquário estiver acidificada?
A maioria dos peixes de aquários vive em ambientes com pH compreendido na faixa de 5,5 a 8,5. Algumas espécies preferem águas ácidas; outras, as alcalinas ou as neutras. O pH é uma característica de todas as substâncias determinado pela concentração de íons de Hidrogênio (H+). Quanto menor o pH de uma substância, maior a concentração de íons H+ e menor a concentração de íons OH-. Os valores de pH variam de 0 a 14, valores abaixo de 0 e acima de 14 são possíveis, porém muito raros e não podem ser medidos com as sondas normais.

quarta-feira, 8 de março de 2017

Por que se usa SAL para DERRETER GELO?

Por que se usa sal para derreter gelo?
Em um país onde há neve muita neve e gelo durante o inverno, o departamento de estradas espalhas sal na estrada para derreter o gelo. O sal diminui o ponto de congelamento ou de derretimento da água, então, a ideia é aproveitar o ponto de derretimento mais baixo. Entenda, ao jogar sal no gelo faz com que ele derreta, porque a temperatura de fusão (passagem da água do estado sólido para o líquido) diminui. A temperatura de fusão da água é de 0°C, mas, quando se joga sal no gelo, a fusão ocorre a uma temperatura inferior a essa. Segundo o Departamento de Bioquímica da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), essa descoberta foi feita por Farenheit, que concluiu "que a temperatura necessária para congelar uma mistura de água, gelo e sal era de -32°C".

segunda-feira, 6 de março de 2017

Porque o mar Morto TEM TANTO SAL? Seria esse o MOTIVO DE SEU NOME?

Porque o mar Morto tem tanto sal? Seria essa a razão de seu nome?
Porque o excesso de sal nas águas torna a vida praticamente impossível por ali. Com exceção da bactéria Haloarcula marismortui, que consegui filtrar os sais e sobreviver. Os organismos que chegam ao mar Morto morrem rapidamente. Outa característica curiosa é que ninguém consegue afundar nas suas águas, graças novamente à alta concentração salina, que o torna muito mais denso do que o corpo humano.

domingo, 5 de março de 2017

Por que o MERCÚRIO é usado em TERMÔMETRO?

Por que o MERCÚRIO é usado em TERMÔMETRO?
A medida da temperatura é feita por meio de termômetros. O termômetro mais comum é o que relaciona a temperatura com a altura da coluna de um líquido no interior de um tubo fino de vidro. Um aumento de temperatura faz com que o líquido se dilate e a coluna desse líquido suba dentro do tubo de vidro. O líquido colocado nos termômetros geralmente é o mercúrio, Hg, pois a dilatação térmica desse metal é grande e uniforme. A graduação na parte externa do tubo é chamada de escala termométrica.

Por que será que existem soluções com CONCENTRAÇÕES DIFERENTES?

Tubos de ensaio com diferentes soluções
Quem já foi a um laboratório de química estudar, já deve ter ouvido de seu professor que existem soluções de muitas concentrações diferentes. Você sabe o motivo para tal? Bem, as diferentes substâncias chegam ao laboratório em concentração elevada. E conforme vá precisando delas para realizar um experimento de química, novas concentrações vão sendo preparadas, chamamos isso de soluções. Respondendo a pergunta, existem diferentes concentrações para poder atender as diferentes finalidades, ou seja, atender os diferentes experimentos, haja vista que cada experimento se trabalha com uma concentração específica (necessária).